terça-feira, 13 de setembro de 2016

CINEMA: O trailer de "Cinquenta Tons Mais Escuros" chega para atiçar ainda mais a curiosidade do público

Com estreia prevista para fevereiro de 2017 no Brasil, o drama é dirigido por James Foley – responsável pela direção de alguns episódios da série “House of Cards”, só estréia no início do próximo ano. Mas diante do sucesso do primeiro filme, essa sequência promete atiçar ainda mais a libido do público (principalmente o feminino). Para provocar ainda mais a curiosidade a Universal Pictures divulgou o primeiro trailer de “Cinquenta Tons Mais Escuros” (Fifty Shades Darker), sequência do sucesso baseado no best-seller de E.L. James, que levou mais de 6.5 milhões de brasileiros aos cinemas. Para assistir a prévia já legendada.

Envolto em mistério e romance, o trailer traz imagens inéditas da produção e apresenta os protagonistas Christian Grey (Jamie Dornan) e Anastasia Steele (Dakota Johnson) durante o sensual baile de máscaras. Quando Christian Grey tenta novamente seduzir a cautelosa Ana Steele (Dakota Johnson) e trazê-la de volta para sua vida, ela exige um novo acordo antes de lhe dar uma nova chance. Enquanto os dois começam a construir um relacionamento baseado em confiança e estabilidade, figuras sombrias do passado do Sr. Grey começam a assombrar o casal, determinadas a destruir todas as suas esperanças de um futuro juntos.

 -, e conta novamente com a produção de Michael De Luca, Dana Brunetti e Marcus Viscidi, em parceria com E. L. James. Além de Jamie Dornan e Dakota Johnson, o elenco traz a ganhadora do Oscar Marcia Gay Harden, além de Kim Basinger, Hugh Dancy, Eric Johnson e outros.

E aí, ficou curioso também? Veja abaixo o trailer de “Cinquenta Tons Mais Escuros”:

FITNESS: Você treina ou "malha"? Mude de atitude e mude seu corpo!


São inúmeros os objetivos que levam uma pessoa a se matricular numa academia, mas dentre eles ainda podemos afirmar que a maioria busca mesmo melhorar sua aparência física. Na verdade, o interesse está ligado aos benefícios estéticos oriundos de um treino bem sucedido, já que são muitos os resultados em quem decidiu mudar de atitude e de comportamento. Há casos, e não são poucos, de uma real transformação a ponto de impressionar qualquer um que não tenha visto de perto todo o processo. Estes servem como motivação e despertam sonhos de mudança em boa parte dos insatisfeitos com seu corpo e que precisam de alguns empurrãozinhos para sair do sofá.

Antes de tudo, é preciso saber que mudar seu corpo a ponto de receber elogios exige muita determinação, empenho e renuncia de antigos hábitos. Podemos afirmar que é preciso uma reprogramação de suas atitudes e comportamentos. Resumindo: não é nada fácil! Se fosse veríamos muito menos pessoas se lamentando e preocupadas com isso. O fato é que existe um “preço” a ser pago para obtenção de melhorias estéticas importantes, principalmente se você se descuidou por um longo período de tempo.
Como ponto de partida para a transformação é necessário avaliar se você tem ido “malhar” ou treinar quando decide ir à academia. Alguns até dirão que isso é conversa fiada e que os dois termos representam a mesma coisa, porém lhes digo: Treinar envolve compromisso, meta, estar focado em um objetivo e disposto a se esforçar em busca dele, já “malhar” nem existe no dicionário formal. Se você já pratica o descrito acima e ainda diz que está indo “malhar”, chegou a hora de adotar esta nova terminologia.

MATRICULOU-SE?! NÃO DESISTA!


A taxa de desistência em grandes academias e centros esportivos beira os 50% por mês. Já imaginou isso?! Sem contar com a quantidade de matriculados e não frequentadores, e os que pagam caro para frequentar a sua modalidade preferida apenas 1 ou 2X por semana. Outra notícia nada boa é que muitos que superam a barreira da baixa frequência e do abandono e enchem as salas de musculação ou de ginástica não estão satisfeitas com seu corpo, mesmo após meses de mensalidade.

DE QUEM É A CULPA?

Se você já frequenta a academia há algum tempo e vive a reclamar que os resultados não aparecem, questione-se ao sair de casa se você está indo dar o seu máximo, o seu 100%, se está comendo melhor, se melhorou a qualidade do seu sono. Dar o máximo nos seus treinos significa respeitar os intervalos entre as séries, entre os exercícios e as sessões, executá-los corretamente, desafiar-se com a progressão das cargas, compreendendo que não existe resultado ótimo com uma má alimentação e descanso inadequado. Para quem treina, dieta e descanso são uma extensão do treinamento. Você não age assim? Então provavelmente a responsabilidade de seus resultados não serem satisfatórios é sua!

UM BOM PROFISSIONAL É FUNDAMENTAL!

Para que você alcance o seu objetivo, é importante que o Profissional de Educação Física deixe claro o tamanho do desafio e do comprometimento que você deve ter. Claro que isso não pode ser passado em sua totalidade no primeiro dia de academia, mas faz diferença uma boa orientação neste sentido. O quadro abaixo exemplifica algumas situações comportamentais que podem ser melhoradas com o auxilio do professor, demonstrando as diferenças clássicas nas atitudes de quem “malha” e quem treina.


DIVERSIFIQUE E SIGA EM BUSCA DO SEU OBJETIVO

Sabemos que algumas vezes a rotina de treino pode se tornar monótona, mas antes de sumir/desistir, imagine os resultados e a satisfação que terá quando atingir suas metas. Caso isso não seja suficiente, diversifique! Experimente aulas em grupo, natação, artes marciais, yoga, pilates, treinos de corridas, ciclismo indoor... Sim, a maioria destas atividades existe dentro de sua academia e podem fazê-lo melhorar. Comece procurando um bom profissional que o incentive, acompanhe seu progresso, reavalie e elabore a melhor estratégia para que o treino supere suas expectativas e prepare-se para os elogios!

*Anderson Santos é Educador Físico e personal da Mais Atividade Física. (www.maisatividadefisica.com)