quarta-feira, 29 de março de 2017

DESTINO: As boas energias de uma Noronha exotérica

Morro do Pico, Dois Irmãos, Cacimba do Padre, Praia da Conceição, pousadas e restaurantes maravilhosos, e pessoas pra lá de animadas, Fernando de Noronha é incrível! Você desce do avião e quando toca os pés na ilha, sente de cara a boa energia que existe no lugar. Isso não é uma sensação, é sentimento puro. Pra quem já foi, sabe do que estou falando. E pra você que planeja viajar para esse paraíso, sabe qual é a primeira coisa que o turista faz quando chega? Sorri! Simples assim! O sorriso de quem chega é contagiante. Mas dessa vez vou compartilhar com vocês uma experiência nova e única na ilha.

Já que estamos falando de sorriso, que tal navegar pela ilha, num barco com o nome de Happy Days. A bordo, pessoas de energia super positiva, nativos e locais, como Tuca Sultanum, Pedrinho, Silvinha, a única professora de Yoga da ilha, entre outros. Acrescente aí uma convidada ilustre, chamada Tenzin Namdrol, uma monja brasileira que morou sete anos, entre Índia e Nepal, em monastérios da tradição do budismo tibetano. Ela é ilustre, não por ser uma celebridade conhecida no mundo todo, mas por trazer consigo, algo conhecido no mundo todo, o amor. 

Tenzin nos fez vivenciar um elaborado ritual budista. A embarcação puxa uma grande placa de acrílico no mar, através de uma corda. Nessa placa está escrito um mantra sagrado em sânscrito, uma das línguas mais antigas do mundo. O barco vai em direção a, nada mais nada menos do que Praia do Sancho, considerada pela segunda vez consecutiva, pela Tripadvisor, a praia mais linda do mundo. Namdrol, nos ensina a entoar um mantra budista, que nos permite embarcar em uma outra viagem. 

Na verdade Namdrol faz questão de dizer que todo esse ritual só é possível, através da nossa presença e de todos aqueles que têm a sensibilidade de enxergar... "a essência da vida e da natureza divina de todos os seres. O mantra sagrado apenas desperta a nossa natureza divina já presente em todos os seres." Fernando de Noronha é simples assim, puro sorriso na alma de quem chega e pura alegria na alma de quem vai embora. Viva Noronha, ame Noronha.




Bio: Marcio Salim é carioca e tem uma carreira de 22 anos de televisão. Começou como cameraman, até atingir o cargo de Diretor de Imagem. Trabalhou 13 na TV Globo, 8 na Record e um ano em WebTV. Sua carreira como fotógrafo decolou neste ano de 2015, com três exposições em galerias de arte em Miami, Fort Lauderdale e na Galeria Antônio Carlos Jobim, no Consulado Geral do Brasil, em Los Angeles. Atualmente, Marcio se dedica a projetos de expedições fotográficas pelo Brasil e Estados Unidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário