segunda-feira, 20 de março de 2017

FITNESS: Kettlebell proporciona um treino com mais potência, flexibilidade, resistência e perda de peso

Equipamento de origem russa e muito utilizado no mundo antigo, o Kettlebell, ou KTB, virou uma verdadeira febre nas academias fora do país mais ainda é novidade aqui no Brasil. Por sua simplicidade, uma bola de ferro fundido com alça, o Kettlebell proporciona inúmeras formas de treinamento para quem quer ganhar músculos, flexibilidade, força, equilíbrio corporal e aumentar o condicionamento físico. O Kettlebell é uma ferramenta muito barata, comparando com estação de treino residencial, utilizando esteiras ou halteres que ainda terminam sendo limitados e se faz necessário ter vários para ter um resultado satisfatório, além de ocupar muito pouco espaço e ainda ser quase indestrutíveL. E o mais importante, onde muitas máquinas e receitas promovem um condicionamento físico completo, apenas kettlebell proporciona força, potência, flexibilidade, resistência (endurance) e perda de peso num só produto.

Mas não é de hoje que o kettlebell faz sucesso. Relatos históricos comprovam o uso dessa “bola de ferro” por atletas em exercícios musculares na Europa desde o século XVI onde demonstravam força, participando de atividades e jogos com essas peças antigas. Essas bolas de ferro eram facilmente encontradas em feiras públicas e mercados da época, o que as tornava ainda mais populares e baratas. Apontada como um equipamento completo com sua alça prática, o kettlebell ou gyria, se tornou a peça principal para qualquer guerreiro russo. De fato, de acordo com Pavel Tsatsouline, grande responsável pela introdução do kettlebell training nos Estados Unidos, na Rússia czarina os termos strongman e girevik ou kettlebell man eram sinônimos de força e potência física.

O Kettlebell Training ganhou popularidade graças ao guru do Kettlebell “Pavel Tsatsouline”, o grande responsável por divulgar essa "arte" nos Estados Unidos. E  tudo isso se deve as distintas vantagens que o método oferece comparado com as outras modalidades que o mercado, principalmente o brasileiro, tem oferecido. Seu peso varia entre 8 kg e 32 kg. "Diferente dos halteres, cujo centro de gravidade é a mão, a KTB tem seu centro de gravidade na própria bola", explica o professor de musculação, Gabriel Nicoletti Iwasaki, da academia Competition. O treinamento com kettlebell é muito popular entre os praticantes de lutas, principalmente grappling e artes marciais mistas (MMA). O atualmente considerado melhor lutador de peso pesado do mundo, o russo Fedor Emelianenko é um grande entusiasta do método.

Graças à seu formato que possibilita a realização de movimentos balísticos (de arremesso) e de potência, o Kettlebell sempre permanece fixo nas mãos. O aluno pode controlar os movimentos pendulares (com balanço) enquanto pratica outros exercícios, como o agachamento. "Poucas atividades na academia desenvolvem tanto a força muscular em sessões de apenas 20 minutos", comenta Reginaldo Ghilardi, coordenador de musculação da Competition. Resultando assim num trabalho de força com a grande amplitude de movimentos. Essa amplitude de movimento avantajada provoca o stretch reflex, o que aumenta a capacidade do corpo humano de produzir força, movimentação e agilidade.

O uso do Kettlebell ainda expõe fraquezas individuais e promove correções de assimetria corporal. Como a maioria dos gestos executados no kettlebell training é feita unilateralmente, assimetrias e compensações são muito mais fáceis de serem detectadas. Ainda proporcionando um desenvolvimento de estruturas articulares fortes e flexíveis. Kettlebell training exige muito que as articulações se estabilizem dinamicamente, o que reduz o potencial de lesão e permite maior eficiência na produção de forca muscular. Por conta do tamanho do esforço, não é surpresa que essa atividade proporcione um trabalho positivo em grandes grupamentos musculares, tais como braços e pernas, além de consumir uma baita energia do organismo. O gasto calórico é de até 700 calorias em 30 minutos de aula. 

Porém, os exercícios balísticos não são os únicos diferenciais e o uso dessa ferramenta para se realizar exercícios que visam um grande aumento na força central do corpo, o que alguns chamariam como “força de core”. Esses exercícios requerem um grande aumento na capacidade de se manter a musculatura toda contraída de forma muito intensa, assim conseguindo atingir os objetivos de cada movimento. Esses exercícios desenvolvem um grande treino dos músculos que envolvem a porção central do corpo (abdominais, músculos ao redor do quadril e dos ombros), ao mesmo tempo aumentando a flexibilidade e a estabilidade dessas regiões. 


Existem ainda outras vantagens em se utilizar o Kettlebell como a principal ferramenta de treino ou como complemento para uma rotina de musculação, ainda mais se você é homem e seu objetivo é aumentar massa muscular e adquirir força superior. Os exercícios podem ser realizados com dois kettlebles ao mesmo tempo, e com poucas repetições com total controle de movimento e uma busca do super enrijecimento. Se seu objetivo é perder peso, o ideal é atrelar a uma dieta, assim como em qualquer atividade. Qualquer pessoa que não tenha lesão pode usar o kettlebell, desde que esteja ciente para saber o que o esforço físico realmente significa. 

Contudo, como qualquer movimento atlético, até mesmo nas máquinas de musculação, se usadas de forma errônea, são um risco para o praticante. Por isso é muito importante se aprender de forma correta os movimentos utilizados, pois se esses forem usados da forma que devem ser, essa forma de treinamento não só é muito segura, mas estimula o fortalecimento das regiões que mais apresentam lesões (lombar, quadril e ombros). Para a prática da Kettlebell, é importante a orientação de profissionais qualificados, pois é necessário manter a postura correta para evitar eventuais contusões com os exercícios. "O KTB é aparentemente simples, mas exige bastante esforço e treinamento. Ela é indicada para quem já tem um nível bom de condicionamento físico e deseja intensificá-lo ainda mais", diz Gabriel. Segundo o educador físico, Leonardo Kajú "O Kettlebell é uma ferramenta incrível, mas assim como qualquer exercício o praticante deve prezar pela boa execução, carga, respeitar seu nível atual de treinamento, entre outros cuidados, para não torna-lo um instrumento mal aproveitado e lesivo. Com o treino correto e bem executado é possível fazer progressões até alcançar, com segurança e eficiência, os movimentos fundamentais da modalidade, como o Swing, Snatch (arranco), Clean”. Kajú, que é professor da Cia Athletica Recife também lembra é muito importante a realização do treinamento para mobilidade/flexibilidade, visto que alguns movimentos dependem de uma grande amplitude.

Existem cursos e livros que podem auxiliar a quem quer se iniciar nessa modalidade de exercício. E se você deseja comprar seus Kettlebells pode encontrar em vários sites (clique aqui e na Americanas ) diversos tipos e preços de acordo com seu objetivo e bolso. Segue algumas sugestões de exercícios e sites como “A Arte da Força” que podem auxiliar nisso.
Para saber +: