sexta-feira, 18 de agosto de 2017

ESTRELA: Fernanda de Freitas linda e versátil com seus personagens

A atriz Fernanda de Freitas é daquelas atrizes que surgem e de cara já conquista seu lugar e encanta o público. Seja por sua simplicidade, talento para dar vida a personagens bem distintos ou pelo seu belo sorriso. Fernanda fez sua estreia na TV em “Coração de Estudante”, em 2002, até hoje Fernandinha (já estamos íntimos) não parou mais de trabalhar, seja na TV, cinema ou teatro. De papéis cômicos a dramáticos, a versatilidade dela encanta de uma forma ou de outra. Recém saída de Andrea em “Mister Brau”, e já de malas prontas para voltar à “Escolinha do Professor Raimundo”, com Dona Marina da Glória, Fernanda de Freitas é um colírio para nossos olhos e um alento para nossas mentes.

Da professorinha de balé à estrela da Globo. Muitos trabalhos se passaram e você virou uma queridinha da TV. Que avaliação faz dessa trajetória até aqui? Muito trabalho, estudo, dedicação...sempre quis ser uma artista de verdade. E sabia que esse caminho era mais longo...porém, mais sólido! Me agarrei a isso e fui. 


Quando percebeu que tinha que cortar os laços com o balé para se dedicar a ser atriz? Na verdade, parei de dançar e dar aulas, quando entrei para a faculdade de Psicologia, em Rio Preto. E voltei a dançar, no Rio, porque entendi que, como atriz, a dança me ajudaria a ser "mais artista" e me traria de volta, um corpo inteligente e presente.

O que o balé te trouxe que você levou para a vida? Disciplina, concentração, força/leveza e paz emocional.

De “Coração de Estudante” (2002) até “Mister Brau” de hoje você não passou um ano sem aparecer na TV. A que você acha que se deve isso? Comecei a minha carreira de atriz em 2002, na novela “Coração de Estudante”. E não parei mais, realmente. Não existe regra mas, no meu caso, foi o conjunto desses fatores: vocação, estudos, disciplina, bom relacionamento com meus colegas de trabalho e força de vontade.



Se avaliarmos os trabalhos na TV percebemos que são personagens mais leves e com veia cômica. É mais seu estilo? No dia-a-dia você é um pouco assim? No meu dia a dia, tento ser leve, sim. Acho a vida mais fácil assim. Em relação à TV, não faço novela desde 2008. Como tenho feito séries de humor e elas se estendem por várias temporadas (Tapas, 5 anos, Brau, vamos para a 4a temporada. Escolinha, acabamos de gravar a 3a...), pode parecer que só faço trabalhos do gênero. Mas, a última peça que fiz, era uma tragédia, eu fazia uma bailarina com esquizofrenia. Estou rodando um filme agora e, eu e a Thalita Carauta somos as protagonistas. Todo mundo pergunta se é "comédião"...eu e Thata, né?! Mas, não! Vivemos um drama.

Já no cinema você teve personagens mais dramáticas e densas como em “Cidade Baixa”, “Zuzu Angel” e “Tropa de Elite”. Como você ver essa diferença? É disso que gosto...transitar! Amo o teatro, a TV, o cinema...a tragédia, o drama, a comédia... O que quero mesmo é fazer bons personagens e contar histórias que emocionem. 




Você parece ser bem humorada e leve. O que te tira do sério? Vááárias coisas... (risos). Injustiça, quem não joga lixo no lixo, certos motoristas...chega! Já estou ficando irritada só de pensar... (risos)

Alguma personagem que já interpretou que tenha mais de você? Ou alguma que você se identificou? Malu de Bicicleta. Quando li o roteiro, pensei: "acho que eu tento ser parecida com essa mulher...eu queria ser essa mulher"...(risos)


Você leva algo das personagens? Ou já foi difícil se livrar de alguma? Acho que não...sei...(risos)

A louca da Flavinha (de “Tapas & Beijos”) ou a destemperada da Andréia (de “Mister Brau”). Qual te diverte mais? Amo as duas personagens. A Flavinha era divertida-louca. A Andréa é divertida-má... (risos)



E em breve você volta a TV com a clássica Marina da Glória da “Escolinha do Professor Raimundo”. Como recebeu o convite e que prazer te dar fazer um personagem que já entrou para a galeria da TV de personagens históricos? A Escolinha é nosso xodó. Fiquei muito feliz com o convite e quando vi a escaleta com o nome dos atores e seus personagens, vibrei! A gente faz com muito carinho e respeito aos artistas incríveis, que criaram esses personagens e fizeram história com o Mestre Chico. 

Com tanto trabalho assim o que faz nas horas vagas? O que te diverte? Séries, ballet, futevôlei, cozinhar, viajar.

Você que casou recentemente, é uma mulher romântica? Se sou romântica? Um pouco, talvez. 

O que te conquista e chama atenção para um relacionamento dar certo? O que me atrai é a pessoa. O que ela é, pensa, faz, sente. Não tem uma fórmula. Cada pessoa vai te atrair por um motivo. É assim com casais, com amigos... 

Como lida com a vaidade (de mulher e de atriz)? Sou "tranquilamente vaidosa". Não peco pelo excesso, aqui.    

Como se imaginar daqui a 20 anos? Quero estar com muita saúde. E só! 


Fotos Sergio Baia
Styling Amanda Lacerda e Camile Magalhães
Beauty Vivi Gonzo

Fernanda veste looks hot pant Nidas e blusa Zara, casaco acervo; Capa Body Nidas e poncho Gata Bakana