sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

MUSA: Deborah Albuquerque - Nossa musa fitness vai fazer você suar

Deborah Albuquerque é daquelas mulheres hiper ativas que nos deixam admirados de como consegue dar conta de tantas atividades. Jornalista, apresentadora, atriz e ainda uma bela mulher. Como você já deve ter visto nessas fotos, ela tem um corpo perfeito. Sarado na medida certa. E saudável na medida do seu desejo. Cheia de personalidade, Deborah sabe muito bem onde quer chegar e 2018 promete. Para começar bem o ano nós só poderíamos trazer uma verdadeira musa assim, com beleza, força e sensualidade na medida certa.

Deborah, você sempre foi ligada em fitness e saúde? Como despertou para essa área? Eu sou neta de um atleta e dono de academia, sempre tive a alimentação balanceada, talvez por meu avô ter diabetes e alimentos com açúcar por exemplo, não faziam parte a dieta da casa. Conheci o mundo diet e o mundo dos atletas desde muito nova.

O fato de ser jornalista te trouxe mais informação e por consequência mais vontade de explorar essa área? Sim, claro. Saúde e Educação Física não são minha área acadêmica, mas a repetição leva à perfeição e a vontade de explorar o assunto vivido ocorre de forma natural com o ser humano.

Como jornalista quais suas maiores conquistas e desejos? Minha maior conquista foi falar sobre a maternidade saudável na minha coluna na Gazeta. A minha vontade é poder ter um programa semanal para me comunicar diariamente com pessoas. Sou uma comunicadora, só preciso do microfone.

Você acha que hoje em dia que a comunicação ficou mais democrática as pessoas não sabem como lidar com ela? Mais informação e o povo em geral mais restrito ao que ler nas redes. A democracia está maquiada. Sempre existirá censura e manipulação disfarçadas, afinal quem paga manda. De certa forma há uma “verdade nos tabloides virtuais”? Algo sem elementos plausíveis vira notícia, “meme” ou viraliza na internet sem precisar de análise ou confirmação, afinal o mundo digital é muito rápido... como epidemia.

Falando em redes sociais... como você lida com isso? Críticas e elogios te tocam como? Procuro ver sempre o melhor lado da situação em tudo na vida. Escolhi uma vida pública, logo tenho que aceitar com o ônus da minha escolha.

 



O desejo de opinar sobre tudo das pessoas termina criando uma certa “intimidade” e ultrapassa os limites da boa convivência. Como você jornalista e pessoa pública ver isso? Sim, pois todos são valentes e escrevem o que bem entendem no anonimato. Não há como ser pego, teoricamente, então os limites sempre partirão do bom senso do indivíduo. 

Qual sua rotina para manter a boa forma? Alguma dica ou receita? Não há. A receita é viver isso de forma natural. Me alimento bem para ter uma vida longa e saudável. Sei que o açúcar, gordura, álcool e sedentarismo irão prejudicar meu organismo de forma intensa, logo o cuidado com a saúde reflete na imagem do corpo e rosto.

Até onde vai sua vaidade? Qual o seu limite e do que não abre mão? Minha vaidade vai até o limite do saudável. Amo ser bonita, ser um corpo atípico, mas eu o respeito e o amo a ponto de não agredi-lo pela beleza física de forma alguma. Não abro mão de treinar, só se realmente o corpo precisar de um tempo.

O que um cara precisa ter ou ser para chamar sua atenção? Ser honesto. É raro!

Nas horas vagas o que te distrai? Praia, surf, minha filha e Netflix.

Você é mais do dia ou da noite? Totalmente do dia e eventualmente sei aproveitar uma boa noite.

Soubemos que em 2018 vem projeto novo dessa vez como atriz. O que pode nos adiantar? Sou atriz há anos formada e com DRT. Mas a oportunidade que tive de trabalhar primeiro, foi como jornalista em um programa de entretenimento na Record ... como atriz digo que estaremos no ar em 2018! Plin Plin!